Integração via API: O que significa e como funciona

Por Monica Nietsche em

Os sistemas e os softwares utilizados pelas empresas precisam contar com integração via API , para que o uso de determinada tecnologia possa ser potencializado.

O que é API?

API (Application-Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicação) permite a comunicação do ERP com outros sistemas, como plataformas de vendas, aplicativos ou portais.

Entre os tipos de APIs mais comuns estão: REST, SOAP, XML-RPC e JSON-RPC.

Com a integração via API, é possível trocar informações e tornar a automação de processos mais fácil.

Algumas das tarefas que podem ser automatizadas por meio da integração de sistemas são: 

  • Alimentar planilhas com dados;
  • Inserir pedidos de vendas
  • Inserir pedidos de compras
  • Atualizar informações de clientes, como seu contato e forma de pagamento utilizada;
  • Disparar e-mails;
  • Fazer lançamentos contábeis,
  • Emitir notas fiscais.
Integração via API- Totvs Protheus e SAP Business One

Por que fazer a integração via API?

Com a integração de dados via API, o programador obtém acesso a instruções de execução, que permitem realizar as ações corretas em determinado sistema, para que seja alcançado o resultado esperado em um processo.

Em outro exemplo, para compartilhar dados entre seus sistemas internos, uma empresa pode utilizar as APIs sem o risco de divergências e erros de sincronização entre as plataformas e as tecnologias empregadas.

Dessa forma, a integração entre sistemas por meio de API pode coletar, tratar e compartilhar informações com qualquer aplicação, de maneira padronizada e eficiente, de acordo com as diretrizes de cada projeto. A seguir, separamos outras vantagens importantes que essa prática traz às organizações. Confira.

Gestão otimizada

Com a integração via API, desenvolver, adaptar e corrigir problemas relacionados às plataformas fica muito mais fácil, uma vez que, automaticamente, essas tarefas são executadas diretamente no sistema.

O resultado é o melhor aproveitamento de gestores e colaboradores, que podem se preocupar com demandas estratégicas e que exigem maior poder analítico, deixando atividades repetitivas a cargo da tecnologia.

Segurança e integridade de dados

Sistemas integrados fazem a troca e o compartilhamento de dados de forma segura. Nessa conexão, protegida por camadas de criptografia, a alimentação de informações representa um risco menor para a integridade dos dados, que podem ser considerados um patrimônio valioso para qualquer organização.

Além de garantir segurança ao banco de dados corporativo, há um controle de grupos de informações que podem ser acessadas pelas APIs, previamente aprovadas pelo gestor ou responsável pela área.

Comunicação clara

documentação da API é construída a partir de dados vindos de diferentes fontes, que são tratados, para melhorar sua interpretação e aplicação em ações concretas no negócio. Então, a comunicação é padronizada, independentemente do sistema que atua no momento.

Sistemas integrados garantem estratégias assertivas e colaborativas, somadas com soluções desenvolvidas por diferentes setores da empresa e até mesmo por terceiros. Tudo com clareza e objetividade.

Redução de custos

A integração via API também permite reduzir custos, pois, primordialmente, a empresa não precisa se preocupar em desenvolver todas as aplicações necessárias para o funcionamento de um projeto, bem como suas funcionalidades.

Ao implementar APIs já desenvolvidas, o tempo é utilizado da melhor forma possível, afetando positivamente quesitos como produtividade e retorno sobre investimento (ROI). 

A Intergate desenvolveu uma API para vários segmentos como vendas, supply, finanças e chão de fábrica, no intuito de tornar as integrações àgeis e escaláveis, tudo em um único ambiente de monitoramento.

Trocando em miúdos, usando nossas APIs, você poderá facilmente integrar qualquer sistema ou plataformas/apps ou portais com seu ERP. saiba mais..

FONTE: Blog Totvs


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.